fbpx

Sobre a Casa França-Brasil



A Casa França-Brasil é um espaço cultural voltado para diversas manifestações artísticas, como exposições de artes visuais, cinema, vídeo, quadrinhos, música, multimídia e muitas outras.

Sua bela edificação em estilo neoclássico, uma das primeiras projetadas pelo arquiteto da Missão Artística Francesa Grandjean de Montigny, foi inaugurada em maio de 1820 por D. João VI como a Praça de Comércio do Rio de Janeiro. Quatro anos depois, D. Pedro I transformou o imóvel em Alfândega, assim permanecendo até 1944.

Com seu rico histórico, a Casa França-Brasil realizou importantes exposições de consagrados artistas modernos, como Eliseu Visconti, Juan Miró, Cícero Dias e Franz Weissmann, entre outros. Mostras de fotografia com ícones como Sebastião Salgado e Cartier-Bresson fizeram parte da programação eclética predominante naquela fase. Entre os eventos de maior público, destacam-se as exposições Picasso, Leonardo da Vinci, Miró e Teatro de Debret.

Em 2008 a Casa passou por uma reforma física e estrutural, redefinindo sua missão institucional e o foco da curadoria passou a ser direcionado para a divulgação da arte e cultura contemporâneas. Nesta nova fase, a Casa vem realizando eventos diversificados também relacionados com música, literatura, teatro, design e gastronomia, que harmonicamente compartilham do amplo espaço onde expoentes da arte contemporânea fazem suas exposições individuais. 

Além do magnífico salão central, com suas belíssimas colunas, arcos ornamentados e piso de pedra, onde são montadas quatro grandes exposições anualmente e que pode ser alocado para eventos privados, a Casa dispõe de espaços de convivência, como a Sala de Leitura, que oferece um rico acervo sobre arte contemporânea doado por instituições culturais e artistas. O arranjo físico da sala permite a realização de palestras e oficinas promovidas pelo setor educativo, que também realiza visitas mediadas para grupos, com agendamento.

Para completar, a Casa conta com um lindo bistrô em uma área externa bastante aprazível, o Crepe Noveau Art, comandado pelo chef Olivier Cozan, que oferece crepes, pratos especiais, sanduíches e um ótimo café, ficando aberto nos dias e horários do centro cultural.

A Casa França-Brasil foi reconhecida como patrimônio de valor arquitetônico inquestionável pelo antigo Departamento do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o atual IPHAN e hoje celebra seus mais de 200 anos a serviço da arte e da cultura do estado.

-->